Nossa entrevistada da vez é a designer Bia Carvalho, paulistana de 36 anos, desde 2012 trabalha em sua empresa Biazac Identidade Visual e Comunicação e compartilha conosco um pouco de sua trajetória e os desafios de sua profissão.

Conte-nos um pouco da sua história?

Desde muito cedo eu sabia que trabalharia na área de criação, pois as formas, as cores, os objetos, os significados sempre me interessaram. Assim que completei o ensino médio comecei a fazer cursos de artes, de design e de fotografia que possibilitaram meu aprimoramento e especialização na área de design.

No início e por um período de 5 anos, trabalhei com desenvolvimento de identidade visual, criando marcas junto com Nelson Graubart, designer premiado que foi parceiro do Alexandre Wollner. Neste período, foram desenvolvidas marcas para o Hospital AC Camargo, Accor Brasil, ABEDESIGN e Hospital Santa Catarina.

Depois de me aprimorar na área de criação de identidade visual, surgiram oportunidades de desenvolvimento de marcas para empresas. Assim fui criando uma rede de clientes, através de indicações dos próprios clientes, que procuro atender visando sempre o fortalecimento da imagem e transmitindo os valores da empresa junto ao público.

Entender o objetivo e a personalidade da empresa, sintetizar isso em uma imagem representativa é um desafio que sempre me impulsionou profissionalmente.

Passei a desenvolver também design digital, UX, interface para sites, diagramação e desenvolvimento gráfico de livros e os mais diversos materiais gráficos de publicidade, que exigem o mesmo cuidado com a mensagem que estes canais vão transmitir através das imagens veiculadas: a essência do negócio e marca. 


Como e/ou porque você decidiu trabalhar por conta própria?

A decisão de trabalhar por conta própria veio em parte do mercado que prefere contratar empresas ou designers por projetos e o mercado de trabalho, num período de alta vulnerabilidade acaba por reduzir os custos com estes serviços. Por outro lado, a atuação por conta própria facilita o processo de comunicação com os clientes, cortando a intermediação e melhorando a compreensão de suas necessidades, fortalecendo a confiança, a proximidade e a rapidez em trazer soluções para as mesmas. Em uma empresa maior, este contato se torna mais impessoal.  


Como é a sua rotina de trabalho?

No início da manhã, faço uma lista dos trabalhos que tenho que desenvolver ou entregar durante no dia, permitindo que eu calcule o tempo que tenho para desenvolver. Abro os canais que utilizo de contato com os clientes (e-mails, whatsapp), vejo se existe alguma urgência ou mudanças solicitadas, respondo apontando o recebimento, com as devidas observações. A partir daí, prossigo com os trabalhos. A maior parte do trabalho que desenvolvo é online, assim, tenho um espaço em casa para meu home office. Quando vou apresentar uma proposta de trabalho, sempre faço uma reunião presencial para explicar bem o conteúdo, compreender as expectativas e buscar uma proposta que satisfaça as duas partes.


Qual foi a sua maior dificuldade?

Quando se é sócio de uma empresa, compreender a parte contábil e dos impostos é fundamental. Mesmo tendo pessoas trabalhando com você, quem é responsável pela prestação de serviços, finanças e contabilidade é você, mesmo terceirizando o trabalho você que coordena e tem a responsabilidade de ver se tudo saiu de forma correta. Como trabalho com criação a parte burocrática sempre foi um desafio, mas uma parte necessária e importante que exige constante atenção.


Como o seu mercado mudou desde que você começou?

Quanto mais o mundo se torna digital, tanto mais o valor das imagens aumenta. Cada vez mais as empresa percebem o quanto é importante o fortalecimento da sua imagem diante do seu público tanto no meio tradicional quanto no meio digital.  Muitas empresas sentem falta de ter uma imagem que fortaleça e traga confiança para sua marca, acho que hoje entendem que é necessário e imprescindível, senão elas ficam para trás.


Olhando para trás o que você faria diferente?

Teria feito mais cursos na área de gestão e de administração. Para quem é empresário é essencial que saiba sobre empreendedorismo, gestão e administração. Hoje, mantenho atualização na área de design e procuro sempre cursos, palestras sobre gestão.


O que você mais gosta no seu trabalho?

Atingir a finalidade do meu trabalho: oferecer um produto capaz de gerar satisfação ao meu cliente por ter gerado um resultado positivo com seu cliente final, desenvolver uma relação do público e a empresa cliente, criar um vínculo de satisfação das pessoas com o produto do negócio.


Quais seus planos para o futuro do seu negócio ou de sua carreira?

O futuro profissional requer constantes atualizações e aprimoramento para acompanhar o mercado, por isso sempre me atualizo com cursos e me aprimoro na profissão pois estamos em um mundo cada vez mais digital e requer pessoas capazes de trazer soluções rápidas e de qualidade.  


Um conselho para quem deseja trabalhar como designer?

Ampliar seus conhecimentos para além da tecnologia. Ela é um instrumento de trabalho com infinitas possibilidades, no entanto o designer trabalha com ao processo criativo. Este processo requer sempre trazer novas soluções e idéias e precisa ser alimentado com diversos tipos de conhecimentos, não só os específicos da área. Procure se manter atualizado.

Conheça o trabalho

 www.biazac.com.br